segunda-feira, 31 de julho de 2017

TEMER E AÉCIO: OS REJEITADOS ESTÃO NO PODER!



Parece até brincadeira, mas é a verdadeira face da nossa triste política brasileira. Estamos tendo que assistir 2 pessoas que estão rejeitadíssimos pelas recentes pesquisas feitas com a população assumirem cargos importantes no país.

É por isso que mais de 80% da população brasileira não acredita mais nos políticos e nem quer ouvir ou discutir política, tamanha a desonestidade, corrupção, corporativismo, clientelismo, troca de favores, fórum privilegiado, prisão e depois soltura de envolvidos em esquemas fraudulentos em todas as esferas do Brasil.

Aécio Neves, o mais delatado, o guloso em propinas,segundo delatores vai voltar a assumir a presidência do PSDB. E Temer, o mais impopular presidente da história pode ser salvo pelos comparsas corruptos da câmara federal.



O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), que vinha presidindo o PSDB de forma interina, decidiu abandonar o cargo, depois das manobras do senador Aécio Neves (PSDB-MG) para reassumir o comando e selar o apoio dos tucanos ao golpe representado pela figura de Michel Temer; Tasso considera que o PSDB está se suicidando politicamente, mas jogou a toalha (Trecho do 247)

"Amanhã eu entrego o cargo para o Aécio e digo: toma, você é o presidente. E ele que assuma as responsabilidades"

Rejeitado por 90% dos brasileiros e com um novo pedido de prisão, Aécio não tem mais nada a perder ao fechar com Temer, acusado de corrupção e rejeitado por 94% da população; a volta de Aécio, flagrado num esquema de propinas de R$ 2 milhões, deve abrir a maior crise da história do PSDB. (Trecho do 247)

REALMENTE, CADA UM COM SUAS PAIXÕES...




O quase já folclórico deputado Wladimir Costa reaparece em mais um caso surreal...

Revista Fórum - O deputado federal Wladimir Costa (SD-PA), aquele que ofereceu o seu voto do impeachment à mãezinha e depois soltou uma bomba de papel picado, decidiu marcar para sempre o apoio a Temer. O parlamentar fez uma tatuagem no ombro direito com o nome do presidente, a qual afirma ser permanente. "Paraense não é de se arrepender não", disse Costa. A tatuagem, finalizada na última sexta-feira, 28, custou R$1200 em seis vezes no cartão, diz o parlamentar.

"Cada um com suas paixões. Não tem gente que tatua Che Guevara, Fidel Castro, o presidente da Coreia? Todos falsos socialistas usando (relógio da marca) Rolex?", disse o deputado ao Estado. "Sou admirador nato (de Temer), sou amigo dele há quase 16 anos. Nesse momento, que tentam derrubar ele a qualquer custo, é minha forma de mostrar que parceiro que é parceiro derrama até a última gota de sangue".

Wladimir, que se diz "confiante na vitória do governo" na próxima quarta-feira, quando está prevista a votação sobre a denúncia, disse que pretende mostrar a tatuagem no plenário, após seu voto. "Até porque eu tenho um corpo belíssimo".

Ainda segundo o parlamentar, "a dor valeu a pena" e até planeja fazer uma próxima, dessa vez na costela. "Quero escrever 'Temer, o único e verdadeiro estadista do Brasil'". O parlamentar disse, ainda, que sua mulher se emocionou ao ver o resultado. "Ela é fã de Temer. É formada em Direito e é grande leitora dos livros do presidente. Mas, se ela quiser tatuar o nome dele, eu não deixo".

O parlamentar disse que ainda não mostrou ao presidente sua homenagem. "Não fiz para ele, fiz para mim. Queria que a minha tatuagem fosse maior que a da Marcela (Temer, mulher do presidente, que tem uma tatuagem no pescoço com seu nome)", afirmou.



Revir@voltaNews 



O caso desse deputado merece um aprofundamento

O que é Paixão:

Paixão é um sentimento humano intenso e profundo, marcado pelo grande interesse e atração da pessoa apaixonada por algo ou alguém. 

A paixão é capaz de alterar aspectos do comportamento e pensamento da pessoa, que passa a demonstrar um excesso de admiração por aquilo que lhe causa paixão. A impulsividade, o desespero e a inquietação são outras características que costumam estar associadas ao sentimento de paixão. 

Todas as pessoas podem se apaixonar e a qualquer momento, dependendo de diversos fatores associados com os gostos, preferências e referências que cada indivíduo possui.

Quando uma pessoa está apaixonada por outra, por exemplo, um dos principais sintomas é a intensa atração sexual e o desejo de estar na companhia desta.

Normalmente, quando alguém está apaixonado, esta pessoa pensa constantemente no alvo de sua paixão, sente-se ansioso por estar perto dela, sofre de abstinência quando estão separados e uma grande felicidade quando estão juntos.

As pessoas também podem sentir paixão por objetos ou temas específicos. Nestes casos é normal apresentar um excesso de entusiasmo ao falar ou lidar com algo que gosta. Em certas situações, quando a paixão é extrema por determinado assunto, o comportamento da pessoa pode beirar o fanatismo.

Do ponto de vista religioso, a Paixão (com letra maiúscula) é entendida como todos os tormentos sofridos por Jesus Cristo antes de ser crucificado. Assim, a Paixão de Cristo é uma expressão usada pelos cristãos para representar o período de martírio que o Messias teria vivido antes de morrer.


Realmente...Cada um com suas paixões!


domingo, 30 de julho de 2017

LULA VOLTARÁ PARA FAZER MUITO MAIS PELO BRASIL...



Para sempre Lula será lembrado como o maior presidente da história do Brasil . Ninguém em sua época fez tanto pelo Brasil e se reassumir em janeiro de 2019 poderá fazer muito mais.

Foram milhares de obras executadas e tantas outras em execução que Dilma deu continuidade. Passaríamos horas falando de cada uma. Mas queremos destacar uma, um pouco mais recente que talvez muita gente tenha se esquecido do seu mentor.

A notícia de que a Petrobras está produzindo muito mais no Pré-Sal 




Em junho, pela primeira vez na história, a produção brasileira de petróleo do pré-sal superou a do pós-sal.

De acordo com dados inéditos da ANP (Agência Nacional de Petróleo), que serão divulgados amanhã 31 de julho/17, foram 1.352 milhão de barris contra 1.321 milhão . Faz apenas nove anos que a Petrobras extraiu pela primeira vez petróleo do pré-sal, no Campo de Jubarte, na Bacia de Campos...

As informações acima são de Lauro Jardim em O Globo 
 Revir@voltaNews
Mesmo que Temer tente querer surfar nessa notícia...Deixamos a seguinte pergunta?
QUEM ERA O PRESIDENTE DO BRASIL HÁ 9 ANOS QUE DEU INÍCIO A TUDO ISSO ? 

LULA, É CLARO!

                                                     
                                 Por gentileza, compartilhe nossas publicações!


sábado, 29 de julho de 2017

LULA VAI INICIAR A CONVERSA COM O POVO




O Brasil vive em estado de decadência, por conta da crise econômica e das "feridas" causadas à democracia pelo golpe que instalou o atual governo. O atual governo está "estragando o nosso país"

"O nosso país, que fizemos crescer, que fizemos conquistar a autoestima, está numa decadência que eu não acredito. Todo dia fico imaginando a situação em que deixei o Brasil e a situação em que está hoje, sobretudo com a democracia ferida, muito arranhada, com o golpe que foi dado na presidenta Dilma", afirmou Lula.

 "Esse país tem tudo para dar certo, e eu provei. Agora, precisa ser governado por gente que goste do povo."

 "Se não houver investimento, não tem crescimento. Se não tiver crescimento, não tem emprego. Se não tiver emprego, não tem melhoria de vida para muita gente nesse país. Tenho noção que é possível fazer o Brasil voltar a crescer, a gerar emprego, aumentar salário e distribuir renda. O único jeito para fazer o país crescer é fazer com que os pobres tenham acesso ao emprego, ao salário e ao crédito", ressaltou o ex-presidente.

 "É muito melhor o povo escolher e acertar, ou escolher e errar, do que a gente ter um presidente que não foi escolhido pelo povo", afirmou.


CRONOGRAMA:  Após caravana que pretende realizar pelos estados do Nordeste, Lula deve percorrer o restante do país, a começar pelos estados do Sul, para "conversar com o povo"

 Em entrevista à rádio Som Maior, de Criciúma (SC), nesta sexta-feira (28) 



Revir@voltaNews

Para aprofundarmos o tema resolvemos relembrar essa experiência inédita...

As Caravanas da Cidadania (1993-1996)

Entre 1993 e 1996, o Instituto Cidadania participou da organização das Caravanas da Cidadania, uma experiência praticamente inédita na tradição política brasileira. Uma equipe de lideranças políticas e sindicais, técnicos e especialistas acompanhou Luiz Inácio Lula da Silva em cinco caravanas que percorreram um total de 359 cidades de 26 estados, com o objetivo de aprofundar o conhecimento sobre a realidade brasileira, ouvindo comunidades esquecidas, difundindo experiências positivas e articulando propostas viáveis de desenvolvimento para essas áreas. Foi um grande aprendizado de Brasil esse contato com a realidade de todo o nosso país, fundamental para a experiência do futuro presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
A primeira Caravana partiu de Garanhuns (PE), terra natal de Lula, e terminou em Vicente de Carvalho, distrito pobre de Guarujá (SP), para onde sua família migrou em 1952.
Lula ao lado de Manuel Nardi, o Manuelzão, durante passagem da Caravana da Cidadania pela bacia do São Francisco, em 1994.
Lula ao lado de Manuel Nardi, o Manuelzão, durante passagem da Caravana da Cidadania pela bacia do São Francisco, em 1994.
  Experiência praticamente inédita na tradição política brasileira, a Caravana representou uma forma inovadora de contribuir para a defesa dos direitos de cidadania de milhões de habitantes do Brasil profundo.
Mais tarde, em 2001, três novas caravanas percorreram mais sete estados e 47 cidades.
Dois livros e um vídeo relatam uma parte importante do aprendizado colhido nesses caminhos — Viagem ao Coração do Brasil (editado pela Scritta, com vídeo da TV dos Trabalhadores) e Diário de Viagem ao Brasil Esquecido (também pela Scritta).
  Caravanas da Cidadania e as atividades de debate, estudos, pesquisas, informação e elaboração de políticas públicas em profundidade, sempre com o cuidado de assegurar o pluralismo de enfoques que deve marcar uma instituição suprapartidária...
 Caravana da Cidadania passa pelo Vale do Ribeira em 1995. Caravana da Cidadania passa pelo Vale do Ribeira em 1995.

Veja completo Aqui : Instituto Lula 

                         Por gentileza compartilhe nossas publicações

sexta-feira, 28 de julho de 2017

LULA VAI PRA CIMA DE MORO DE NOVO...




A defesa do ex presidente Lula conseguiu que o juiz Moro garanta a presença dele em Curitiba no dia 13 de setembro para prestar depoimento.

Os advogados de Luiz Inácio Lula da Silva pediram nesta quarta-feira (26) que o interrogatório do ex-presidente, no processo que apura suspeitas em relação a um terreno em São Paulo e um apartamento em São Bernardo do Campo, seja presencial e não por videoconferência, como havia sugerido o juiz Sérgio Moro.

 

Anteriormente Moro não tinha esse desejo, preferia fazer por videoconferência com a alegação de evitar muitas despesas, contudo voltou atrás e agora será feita com a presença do ex presidente.

Na primeira vez que estiveram frente a frente Lula surrou o juiz e deixou-o sem ação. É bem provável que isso se repita !

Como todos sabem Moro não se cansa de tentar encontrar provas que incriminem Lula, MAS ATÉ AGORA SÓ ENCONTROU SUA HONESTIDADE!



TEMER : 5% DE APROVAÇÃO É MEDIOCRIDADE...!




A mais recente avaliação do governo golpista só prova que todo golpe é comprovante de mediocridade de quem o concebe e o apoia.


Assim como medíocres foram todos aqueles e aquelas que foram às ruas a partir de 2013 convocados pelas maiores mídias do Brasil para fazerem papéis de bobos da corte, iludidos com a ideia de que os atos eram pelo combate da corrupção. 

Quem estava encabeçando os protestos ? Os próprios corruptos que deram o golpe e armaram a arapuca para derrubar Dilma. 

Passados esses anos, a casa golpista caiu como toda a armação. Um por um foram sendo desmascarados. Os tais movimentos de rua não passavam de extensões dos golpistas, bancados por golpistas e comandados por golpistas.

Tiraram uma presidenta honesta e colocaram um corrupto que agora agoniza no governo e leva o país junto.

E quem o apoia conforme a pesquisa: 

OS 5%  QUE COM TODA CERTEZA SE DERAM MUITO BEM COM ESSA DESGRAÇA QUE AÍ ESTÁ...E NÃO SÃO OS POBRES...É A ELITE BRASILEIRA!

E os que foram às ruas cantar, dançar, gritar, se despir, se fantasiar, se requebrar, se "matar" de ódio...?


ESTÃO DESEMPREGADOS OU FICARÃO EM BREVE! 

Sem direitos e sem aposentadoria para deixarem de serem otários(as)!


Assista a nossa homenagem pelo C@n@l  Revir@volt@




                           Compartilhe nossas Publicações por gentileza!

LULA PRESIDENTE IMEDIATAMENTE...




Todos os dias Lula é alvo de ataques mentirosos contra sua honra, contra sua história, contra sua luta. E isso já acontece há mais de 40 anos.

Por que destilam tanto ódio contra ele ?  Por que querem impedir sua candidatura ?

A resposta é direta e objetiva: MEDO!

Mas medo do que?

Medo de que Lula faça um governo muito melhor que o anterior!

Medo de que Lula anule todas as medidas do governo golpista que está entregando as riquezas do Brasil à especulação e capitalismo internacional!

Medo de que Lula expulse de novo o FMI e que o Brasil vire credor internacional!

Medo de que Lula retire a concessão pública da Rede Globo, amiga do golpe!

Medo de que Lula invista muito mais no social para que a população volte a ter condições melhores de vida!

Medo de que Lula amplie os investimentos em infra estrutura para que o Brasil volte a crescer nos níveis dos seus governos anteriores ou até acima!

Medo de que Lula amplie os investimentos na educação, ciência e tecnologia para a formação de mais cientistas, especialistas, doutores capazes de desenvolver pesquisas que tornem o país liberto das dependências externas!

Medo de que Lula volte a investir as riquezas do Pré Sal no Brasil e em seu desenvolvimento.

Medo de que Lula torne novamente o Brasil uma potência regional na América rivalizando com os imperialistas do norte do continente.

Há muitos medos sim , mas quem tem medo pensa num Brasil pequeno, subserviente, criminalizado, doente, deseducado, miserável, com desemprego nas nuvens, com injustiças sociais, com salários baixos, com especulação, com juros altos, com corrupção e todas as mazelas possíveis em um país rico, mas com pobreza reinando e jorrando dinheiro no bolso de uma minoria. Essa gente pensa num Brasil infeliz para a maioria.
Por isso o medo do cara voltar! 
MAS NÓS QUEREMOS UM PAÍS LIVRE E SOBERANO COM DEMOCRACIA E SEM MISÉRIA REINANTE...
#LulaPresidente

quinta-feira, 27 de julho de 2017

POR QUE LULA É TÃO AMADO ?



 Com certeza seriam muitas as respostas...!

Mas o que são palavras diante de gestos de carinho, admiração, reconhecimento, agradecimento, empatia, respeito, consideração...

DEIXEMOS QUE AS IMAGENS RESPONDAM POR SI














#LULAPRESIDENTE




LULA SEMPRE ACREDITOU NO BRASIL...



"O governo Lula reorganizou a política produtiva de petróleo e gás, bem como os instrumentos de incentivo à indústria nacional, visando adequar as necessidades da Petrobrás ao desenvolvimento da indústria nacional", dizem os sindicalistas  da Federação Única dos Petroleiros (FUP)  e Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM/CUT); em nota divulgada nesta quarta-feira (26), as duas entidades defendem as políticas do governo Lula para o pré-sal.


Quando se acredita, o Brasil dá certo

Entre 2003 e 2014, a Petrobrás liderou praticamente uma revolução industrial no Brasil. O país deu um salto tecnológico e produtivo imenso, a partir da descoberta do pré-sal, em 2007, o que permitiu o reposicionamento de várias cadeias produtivas nacionais. As descobertas do pré-sal dobraram o volume de reservas recuperáveis da Petrobrás, que passou de 15,7 bilhões de barris de óleo equivalente para 31,5 bilhões. Em 2012, uma consultoria estimou que, confirmando-se a existência de 100 bilhões de barris de reservas na área do pré-sal, seriam necessários investimentos da ordem de US$ 1,2 trilhão. Somente no período 2012 a 2016, esperava-se que os investimentos, apenas para o desenvolvimento e exploração do pré-sal, alcançassem algo próximo a US$ 100 bilhões.

Ou seja, na prática, isso se traduziria no desenvolvimento e aquisição de uma série de equipamentos, máquinas e produtos para a exploração do pré-sal. Segundo uma matéria do Estado de São Paulo, que tomou como base um estudo da consultoria Booz naquele período, a Petrobrás necessitaria nos anos seguintes de “330 geradores à turbina, 610 mil válvulas, 10 mil quilômetros de cabos elétricos submarinos (umbilicais), 17 mil quilômetros de tubos flexíveis (risers), 4,8 milhões de toneladas de aço, milhares de peças de complexos equipamentos submarinos, 68 milhões de homens-hora de engenharia e um bilhão de horas de trabalho para a construção e montagem”. Ou seja, a grandeza do pré-sal, exposta pelos números acima, demandaria da Petrobrás uma articulação gigantesca entre fornecedores de bens e serviços para atender a todas essas necessidades. Além disso, abriria uma oportunidade única na história da economia brasileira para que a indústria nacional se desenvolvesse e se tornasse competitiva em termos globais.

No caso da indústria naval, essa oportunidade era ainda mais ampla. Primeiro, porque as encomendas da Petrobrás, e possivelmente de outras operadoras, envolviam uma série de equipamentos – embarcações de apoio, movimentação de carga, plataformas e navios-sonda – de altíssimo valor agregado, cujo mercado tinha pouca oferta internacional e era bastante concentrado (Japão, China e Coreia dominam cerca de 70% desse mercado). Para se ter uma ideia, em 2011, a Petrobrás aguardava meses para receber uma sonda alugada no valor US$ 500 mil ao dia. Segundo, porque a forte demanda do comércio exterior marítimo ao longo dos anos 2000 gerou uma forte expansão da oferta de embarcações a nível global. Como comparação, cabe lembrar que, entre 2003 e 2011, o crescimento do número de embarcações produzidas no Brasil (414,3%) foi um pouco superior ao de Japão, Coreia e China juntos (329,1%). Em outras palavras, o ritmo de produção no Brasil estava adequado em relação ao mundo, principalmente quando se considera a expansão da demanda gerada pela Petrobrás. Portanto, o cenário externo favorável e a descoberta do pré-sal abriram uma oportunidade única de desenvolvimento na indústria naval.


 Nesse sentido, o governo Lula reorganizou a política produtiva de petróleo e gás, bem como os instrumentos de incentivo à indústria nacional, visando adequar as necessidades da Petrobrás ao desenvolvimento da indústria nacional. Em primeiro lugar, a resolução nº 8, de julho de 2003, estabeleceu que a fixação de percentual mínimo de conteúdo nacional para o fornecimento de bens e serviços utilizados na exploração e produção de petróleo e gás natural, deveria ser ajustada permanentemente à evolução da capacidade de produção da indústria nacional e aos seus limites tecnológicos. Isto é, a expansão da demanda da Petrobrás deveria ser articulada à capacidade de ofertar da nossa indústria.

Em segundo lugar, o governo gerou uma série de incentivos à indústria naval, visando reduzir custos, melhorar eficiência e acelerar a qualificação do setor, como: garantia de preferência às empresas de bandeira brasileira nas contratações de fretes e serviços de apoio em operações marítimas e portuárias; vantagens tributárias (isenção do recolhimento de taxa de manutenção do Fundo de Desenvolvimento do Ensino Profissional Marítimo, por exemplo); estabelecimento de conteúdo local na exploração e produção de petróleo; estabelecimento de taxas de juros e participações diferencias nos financiamentos com recursos no Fundo da Marinha Mercante (FMM) – uma linha de crédito específica para a indústria naval; criação do Fundo de Garantia à Construção Naval (FGCN) a fim de minimizar o risco de crédito com as operações de financiamento das construções de embarcações; e a criação do Prominp que elaborou uma política especifica de qualificação para o segmento. Portanto, o que fez foi estruturar uma política para o setor naval convergente com as demandas da Petrobrás e do mundo que permitisse gradualmente a esse setor sua inserção competitiva em termos globais. E, cabe reforçar, que esse processo foi feito em forte articulação tanto com a Petrobrás, como com os empresários no setor. Não por acaso, a própria consultoria Booz afirmou no seu estudo que as maiores demandas dos fornecedores nacionais eram melhores condições fiscais, juros mais baixos, necessidade de novas linhas de crédito e falta de qualificação de pessoal.

Na realidade, todas essas medidas não foram uma “invenção mágica” do governo Lula, mas um roteiro bem coordenado já realizado por outros países. A Coreia, por exemplo – um país que não produz petróleo – incentivou amplos “investimentos em educação pública e do apoio financeiro do governo para seus três grandes conglomerados - Hyundai, Samsung e Daewoo - , que hoje são líderes globais do setor.

E, como resultado dessa política, já se observava a criação de grandes estaleiros nacionais com capacidade de competir globalmente – como o Brafels – que, inclusive, já produz embarcações para outras empresas, além da Petrobrás. Além disso, o número de empregados já tinha crescido absurdamente saindo de algo de 11 mil trabalhadores, em 2002, para mais de 71 mil, em 2014. Os investimentos do setor realizado somente pelo FMM superaram a marca dos US$ 7 bilhões, entre 2005 e 2012. A produção de embarcações no Brasil saiu de apenas 21 embarcações, em 2003, para 124, em 2014. E, por fim, a Petrobrás vinha conseguindo elevar gradualmente a participação da indústria nacional à sua atividade sem impedir o crescimento da sua produção e dos seus resultados financeiros.

Portanto, as recentes matérias, como o da New York Times da semana passada, que jogam o ônus da atual crise sobre os ombros do governo Lula pecam por duas razões: omitem o êxito das políticas executadas por seu governo e “se esquecem” do impacto da atual destruição da Petrobrás e da indústria nacional sob o governo Temer. Destruição que já significou a eliminação de mais de 40 mil empregos do setor naval, o fechamento de sete estaleiros e o desaparecimento de mais de US$ 5 bilhões de investimento. Mas, para eles isso ainda não é suficiente, porque o objetivo é destruir o sonho da indústria brasileira de competir de igual para igual com o exterior. Ainda mais, quando esse sonho estava virando realidade nas mãos de um trabalhador brasileiro.

Federação Única dos Petroleiros (FUP)  e Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM/CUT) 


quarta-feira, 26 de julho de 2017

LULA NO GOVERNO REALIZOU O SONHO DE MILHÕES...



Quem não lembra como era a sua vida antes de 2003 ? E o Brasil ? Pois é, a partir do início do governo de Lula muita coisa se transformou, e para melhor, é claro!

Mais de 40 milhões de pessoas viviam na mais absoluta miséria e com Lula no governo pela primeira vez tiveram a oportunidade de ver seus sonhos realizados. Passaram a comer, se vestir, provar de uma comida decente, de viajar, de se sentir gente...A ter água potável!


Outros tantos milhões que já tinham uma vida decente, passaram a galgar sonhos muito maiores. Trocaram de carro, compraram casa, moto, viagens ao exterior, tornaram-se consumidores fortíssimos...


Os que já tinham tudo, aumentaram seus lucros, e o país caminhava à passos largos para se transformar e ocupar seu lugar como uma super potência com justiça social.

  
Pois é, esse país existiu sim, existiu nos governos Lula e Dilma. Mas uma minoria desse mesmo povo brasileiro, se é que podemos chamá-los assim, não se contentou com essas transformações e se aliou ao capitalismo internacional , imperialista, selvagem e especulador e tramou um golpe contra a democracia brasileira. Teve a ajuda interna de políticos e de uma mídia da pior espécie, apoiados por um judiciário nada confiável e deu no que deu.

Lula como governante realizou o sonho de milhões sem cobrar nada por isso. É por essas razões que lidera as pesquisas e o povo quer seu retorno. Essa nostalgia é que contagia a população e que vê atualmente com Temer seus sonhos se tornarem pesadelos, se tornarem uma carga pesada, muitos voltaram a ocupar as fileiras do desemprego, da miséria, só tem o quinhãozinho para se alimentarem e os seus familiares, passaram a andar de cabeça baixa e com auto estima depressiva. É esse povo que sonha de novo com dias melhores, com dias sorridentes, com dias festivos e de fartura na mesa.

Mas sonhos, como se diz no ditado popular, quando sonhado coletivamente são mais fáceis de se concretizarem. 2018 está próximo, talvez, esse sonho volte a se concretizar. SÓ DEPENDE DE NÓS!

#LulaPresidenteJá

terça-feira, 25 de julho de 2017

LULA PRESIDENTE: É A FORÇA DO QUERER DO POVO!





O que Lula e Dilma fizeram pelo Brasil em seus governos é algo extraordinário. é por isso que a população exige o retorno de Lula imediatamente. Todas as pesquisas apontam essa tendência. 

No outro extremo, aparece o golpe que praticamente exterminou o nosso PIB. A mudança na marra do governo com a ascensão golpista de Temer só fez o Brasil entrar em decadência.

Em reportagem, o maior jornal apoiador do golpe comprova o que todos já sabem: NINGUÉM FEZ MAIS PELO BRASIL QUE LULA E DILMA!


                                    #LulaPresidenteJá

 Ao noticiar que Michel Temer fez com que os investimentos federais recuassem 15 anos no tempo, o jornal O Globo prestou um serviço ao País, ao demonstrar que, na prática, a única "ponte para o futuro" no Brasil se chama Luiz Inácio Lula da Silva; quando assumiu, em 2003, os investimentos representavam apenas 0,3% do PIB e subiram para mais de 1% do PIB, sendo mantidos nesse nível pela presidente Dilma Rousseff até o fim do seu primeiro mandato; no entanto, com Temer e com a quebra das construtoras brasileiras, não há nem ponte, nem futuro, como apontou o jornalista Fernando Brito ...Do 247


Por Fernando Brito, editor do Tijolaço

Reportagem de Martha Beck, Manoel Ventura e Geralda Doca, em O Globo de hoje, mostra o cenário devastador dos investimentos públicos no Brasil e, em consequência, a falta de qualquer perspectiva de retomada de um crescimento sustentado da economia, que vai ter, durante um bom tempo, com os soluções (positivos e negativos) da mera especulação financeira.

Os investimentos caíram a 2003, quando o primeiro ano do Governo Lula ficou preso ao Orçamento aprovado no final do governo Fernando Henrique, com o Brasil praticamente quebrado.

A necessidade de honrar a meta de déficit fiscal de R$ 139 bilhões, em um cenário de receitas em queda, obrigou o governo a derrubar o investimento público. A taxa em proporção do PIB caminha para seu menor nível desde 2003, quando atingiu 0,3%, segundo levantamentos do Ipea e do pesquisador do Ibre/FGV Manoel Pires. O setor de infraestrutura tem sido o mais afetado por cortes. Faltam recursos para terminar obras como a ponte sobre o Rio Guaíba (RS) e a transposição do Rio São Francisco.

Dito assim, em percentagem do PIB, o valor é impalpável para nós, meros mortais.

Mas meio por cento de queda no investimento significa menos R$ 32 bilhões em investimento.

Uso as contas feitas pela Rede Globo, pouco tempo atrás,   para chorar o que seria feito com os desvios feitos pela Odebrecht em oito anos para mostrar o que está deixando de ser feito em apenas um ano com este corte.

A construção de 18.602 creches, com capacidade para atender, nas contas da Globo, três milhões de crianças.

Ou a compra de 268.620 ambulâncias.

Ou construir, só este ano, 130 hospitais públicos.

E por aí vai. Projetos parados, obras abandonada, corroendo ao tempo, custos imensos com a suspensão de contratos e, amanhã, maiores ainda com a remobilização de construções. Afora o custo financeiro de tudo o que já se investiu e que fica parado, sem utilidade, como as 10 mil obras que Temer disse que iria retomar e…nada.

A “ponte para o futuro” não saiu, por falta de verba.

Todinha ela desviada para a turma do mercado, que os aplaude, ganhando muito bem para isso.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

LULA ESTÁ VOLTANDO MEU POVO...



Mais pesquisas foram liberadas para a corrida presidencial...Uma feita em Alagoas e outra em Belo Horizonte. Em ambas o ex-presidente Lula está liderando. Aliás, Lula lidera em todas as pesquisas de intenção de voto em todos os institutos de pesquisas. Lula é favoritíssimo para voltar a governar o Brasil.

Diante de todo um quadro de terra arrasada patrocinado pelo golpe de 2016, o povo brasileiro foi duramente penalizado e amarga nas costas a maior crise de sua história. Quando Lula saiu em 2010 o Brasil era considerado uma das 5 maiores economias do mundo e com Dilma o Brasil ainda continuou prosperando em patamares elevados. Contudo, uma gang golpista que perdeu as eleições em 2014 não se conformando com a derrota tratou de desestabilizar o governo e promoveu o “quanto pior melhor” e deu no que deu hoje como todos já sabem dos fatos.

Hoje o Brasil é governado por um ilegítimo presidente, um golpista, um usurpador que para se manter no cargo está sacrificando os trabalhadores em seus direitos e aumenta na cara dura impostos para atender a demanda do mercado especulador. O povo está pagando como sempre e a crise só tende a piorar sobrando aos mais pobres toda a carga que já é pesada. As péssimas notícias não param de chegar.


MAS LULA ESTÁ VOLTANDO MEU POVO essa é a esperança desses milhões de desempregados, desses lutadores e lutadoras, desses construtores e construtoras da riqueza da nação. É a esperança dos empresários em todas as esferas da nação que perderam muito com a crise criada por esses corruptos que se instalaram no poder. Lula é sim a certeza de dias melhores como nos tempos em que esteve à frente do Brasil e nada disso acontecia, principalmente com os mais pobres.

LULA ESTÁ VOLTANDO COM CERTEZA MEU POVO SÓ DEPENDE DE NÓS!

LULA AFIRMA: " FUI CONDENADO NUM PROCESSO MENTIROSO..."





 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a falar de sua condenação na Lava Jato, em entrevista à rádio Tiradentes, do Amazonas.  

"Fui condenado num processo mentiroso. Na sentença, o juiz utiliza muito mais argumentos para me absolver do que para me condenar – e no fim me condena", disse ele. "Esse julgamento foi muito mais uma prestação de contas à imprensa, sobretudo à Globo".


 Revir@voltaNews

Lula tem toda razão ao afirmar isso visto que até o Procurador da Lava Jato em sua conta no Facebook admitiu as verdadeiras razões da Lava Jato tinha  foco no PT e em suas principais lideranças  ...Leia abaixo:


 O procurador Carlos Fernando Lima, um dos integrantes da força-tarefa da Lava Jato, constatou que a motivação de muitas pessoas que apoiavam a operação era apenas derrubar a presidente Dilma Rousseff, e não o fim da corrupção.


 
"Infelizmente muitas pessoas que apoiavam a investigação só queriam o fim do governo Dilma e não o fim da corrupção. Agora que Temer conseguiu com liberação de verbas, cargos e perdão de dívidas ganhar apoio do Congresso, o seu partido deseja acabar com as suas investigações. Mas, mesmo com todas as articulações do governo e de seus aliados, as investigações vão continuar por todo país", escreveu ele, em seu Facebook.

 Em outra postagem, o procurador também criticou o deputado Fábio Ramalho, por defender, em entrevista ao Estado de S. Paulo, o fim da Lava Jato.


A LAVA JATO REALMENTE NÃO CONCLUIU SUAS INVESTIGAÇÕES, mas ao contrário do que deseja o Estadão e o deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG), não vai ser agora que a operação investiga o PMDB e outros partidos que se beneficiaram do governo Dilma e hoje se beneficiam do governo Temer que a Lava Jato vai acabar.
 
Realmente há muito trabalho por fazer, seja terminarmos investigações do passado, seja iniciarmos novas investigações para o futuro.
 
Não cabe ao Ministério Público escolher o crime que investiga. A Justiça é cega justamente porque a lei é igual para todos. A pior impunidade seria deixarmos agora de investigar crimes de corrupção simplesmente porque o grupo no poder atende os interesses econômicos do empresariado, cuja voz no mídia é a do jornal O Estado de São Paulo.

P.S. Novamente o editorialista usa de mexericos para dizer que Procuradores da República seriam responsáveis por vazamentos. Seria bem mais corajoso se fossem nominadas essas pessoas que teriam vazado, pois intriga, fofoca e maledicência não são o que se espera de um jornal sério.